08/07/2017

Cunha vai delatar Rodrigo Maia em acordo de colaboração premiada, diz revista

Além do presidente Michel Temer, o primeiro na linha sucessória do peemedebista, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), será citado na delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). De acordo com a revista Veja, ele deve aparecer na colaboração como intermediário de empresários e destinatário de propina.  Segundo relato de um interlocutor de Cunha à Veja, o ex-deputado preso enviou, da cadeia, um recado a Maia. “Avisa que ele [Maia] também será lembrado”, avisou. Durante um encontro de advogados de Cunha em Brasília, ocorrido às vésperas da viagem oficial de dois dias do presidente da Câmara à Argentina, foi que um dos presentes transmitiu a mensagem de Cunha. Ainda de acordo com a Veja, o democrata entrou para a lista de inimigos do ex-deputado durante o processo que resultou na cassação do peemedebista – ele considerou que o colega nada fez para ajudá-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário