04/04/2017

Iaçu: TRE impugna candidatura de prefeito e novas eleições devem acontecer

Adelson Oliveira (PCdoB) I Foto: Tribuna do Recôncavo
por Ana Cely Lopes / Júlia Vigné
O Tribunal Eleitoral da Bahia impugnou por unanimidade, no dia 20 de março, a candidatura do prefeito de Iaçu, Adelson Oliveira (PCdoB), eleito por meio da coligação “Um novo sonho para Iaçu”. O relator do processo, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, apontou que durante a candidatura houve fraudes nas filiações partidárias. O prazo para filiação não foi respeitado pela coligação, que dobrou o número de filiados de forma irregular em apenas um mês, sem apresentar a lista dos novos membros ao TRE; diversas fichas de filiação não possuíam sequer assinatura dos agremiados; 26 pessoas foram acrescidas à lista de filiação após o prazo indicado; algumas inscrições foram feitas em dias que o partido não funciona, como sábado e domingo; não menos grave foi considerada a situação de que quatro votantes que participaram da assembleia do PCdoB eram filiados aos partidos PPS e SD. “Sendo assim, comprovado que houve fraude na convenção, forçoso reconhecer a invalidade da convenção do Partido Comunista do Brasil”, considerou o relator. Com a decisão, a cidade de Iaçu deverá realizar novas eleições, de acordo com o calendário a ser definido pela Justiça Eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário