18/02/2017

“Levei mala de dinheiro para Lula”, diz Davincci

Um dos principais sócios da Camargo Corrêa, Davincci Lourenço, é o principal personagem de capa da revista IstoÉ desta semana. Davincci, entre 2011 e 2012, privou da intimidade da cúpula de uma das maiores empreiteiras do País, a Camargo Corrêa. Ele narrou a mais delicada das tarefas as quais ficou encarregado de assumir em nome de acionistas da Camargo Corrêa: o transporte de uma mala de dinheiro destinada ao ex-presidente Lula. “Levei uma mala de dólares para Lula”, afirmou à ISTOÉ. É a primeira vez que uma testemunha ligada à empreiteira reconhece ter servido de ponte para pagamento de propina ao ex-presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário